28/10/2016 às 13:05 - Atualizado em 28/10/2016 às 13:06

Intenção de consumo cresce 1,7% em novembro

A confiança das famílias brasileiras para o consumo teve alta de 1,7% em novembro, segundo a pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias (ICF), divulgada nesta quinta-feira (21) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

O aumento da confiança das famílias somou 128,4 pontos e foi reflexo da perda temporária de fôlego da inflação até o fim de outubro, aliado a manutenção dos ganhos reais. No entanto, em relação a novembro de 2012, houve queda de 3,9%. “A maior dificuldade de aquisição de crédito, o maior patamar da taxa de câmbio e o menor crescimento da massa real de salários mantiveram a intenção de consumo em um ritmo inferior ao do ano passado”, afirmou o economista da CNC, Bruno Fernandes.

Na comparação mensal, com exceção do item Momento para Duráveis, todos os componentes da pesquisa apresentaram variações positivas. O comportamento mais favorável do nível de preços no período e a sustentação do crescimento da renda permitiram uma elevação da confiança em relação ao consumo em geral, permanecendo acima da zona de indiferença (100,0 pontos), indicando um nível favorável de consumo.

Ascom/CNC